Igrejas se unem no Dia Nacional de Oração e Ação pela pandemia Coronavírus

As principais denominações do Reino Unido estão se unindo para um Dia Nacional de Oração e Ação no domingo, à luz da pandemia global de coronavírus.

Cristãos de todo o país estão sendo incentivados a acender uma vela nas janelas da frente às 19h como um símbolo de solidariedade.



A União Batista da Grã-Bretanha sediará uma transmissão de oração às 19h, liderada por sua secretária geral Lynn Green e Catriona Gorton, ministra da Igreja Batista de Hillhead, em Glasgow, para coincidir com o dia da oração. 

Sua primeira transmissão nacional de oração na semana passada contou com 2.300 pessoas. 

O BUGB está pedindo às pessoas que marquem o Dia Nacional de Oração e Ação "orando para que a luz de Cristo seja vista e experimentada em todo o Reino Unido e ao redor do mundo neste momento".

O bispo de Lancaster, o Rev. Rev Jill Duff, está incentivando as pessoas a participar. 
"Em nossa nação, vimos respostas surpreendentes à oração em tempos de crise nacional", disse ela.

"Em 4 de agosto de 1918, o avô da rainha, George V, convocou um Dia Nacional de Oração. 100 dias depois, o armistício foi assinado para encerrar a Primeira Guerra Mundial.

"Em 22 de maio de 1940, George VI convocou um Dia Nacional de Oração, milhares de pessoas na fila para orar na Abadia de Westminster.

"Dois eventos imediatamente se seguiram. Primeiro, uma violenta tempestade surgiu na região de Dunquerque, aterrando a Luftwaffe, que estava matando milhares nas praias.
"E então, em segundo lugar, uma grande calma desceu sobre o canal, algo que não era visto há uma geração, o que permitia que centenas de pequenos barcos navegassem.

"Eles esperavam resgatar 30.000 soldados, em vez disso, resgataram 335.000. Isso era conhecido como 'o milagre de Dunquerque'. Estamos pedindo milagres novamente."

Postar um comentário

Post a Comment (0)

Postagem Anterior Próxima Postagem