Michel Temer confirma envio das Forças Armadas para o ES

Parentes impedem PMs de sair dos quartéis e, sem policiamento, ES vive onda de violência.


Uma onda de violência atingiu o estado após o início de uma greve da polícia militar. Os policiais pedem o reajuste dos salários. Por conta da situação, o serviço de saúde de Vitória fechou as portas o início das aulas nas escolas municipais também foi adiado.

A falta de policiamento levou a prefeitura de Vitória a suspender o início do ano letivo nesta segunda-feira na rede municipal e também determinou o fechamento de todas as unidades de saúde. Escolas e faculdades particulares também anunciaram a suspensão das aulas.

O Ministério Público do Espírito Santo e o Tribunal de Justiça também suspenderam o expediente como medida preventiva até que a situação na segurança pública retorne à normalidade. A Federação de Futebol do Espírito Santo suspendeu os jogos da Série A do Campeonato Capixaba 2017.

Três ônibus foram incendiados e um posto da PM foi queimado nas últimas horas. Houve arrastões e arrombamento de várias lojas no comércio de rua e também em shoppings. A crise na segurança levou a troca do comando geral da PM, e ainda não há um balanço oficial com dados da violência. O coronel Nilton Rodrigues entrou entrou no lugar do coronel Laercio Oliveira, que ficou menos de 1 mês no cargo.

com informações twitter e O Globo