Marcela Taís questiona decisão do STF: Aborto até terceiro mês de gestação não é crime

A Cantora Marcela Taís comentou em seu instagram a decisão do STF que entende não ser crime a interrupção voluntária da gravidez até o terceiro mês da gestação.


A Cantora e compositora cristã Marcela Taís, publicou ontem (29/11) em seu Instagram e na sua págna no Facebook, um print da notícia veiculada pelo jornal Folha de São Paulo, sobre a decisão da Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) que abriu nesta terça-feira uma nova jurisprudência e não viu crime na prática de aborto realizada durante o primeiro trimestre de gestação - independentemente do motivo que leve a mulher a interromper a gravidez.

Print/Instagram (marcelataisoficial)


Marcela publicou um texto com a foto da notícia comentando a decisão, confira na íntegra:

"Não matarás"... E ainda tem político fazendo 1 minuto de silêncio pela tragédia de Chapecó p/ arquitetar em seguida outra. Brasil matando ao invés de salvar. Daí me pergunto, quem anda decidindo isso por nós? Por que somos a maioria e não temos voz? Deus, tenha misericórdia do nosso País. Ou nos levantamos ou iremos pagar pelo sangue de inocentes. 👉🏻 A maioria da primeira turma do STF (Supremo Tribunal Federal) firmou o entendimento, nesta terça-feira (29), de que praticar aborto nos três primeiros meses de gestação não é crime. Votaram dessa forma os ministros Luís Roberto Barroso, Rosa Weber e Edson Fachin.

A decisão é sobre um caso específico, em um habeas corpus que revogou a prisão preventiva de cinco pessoas que trabalhavam numa clínica clandestina de aborto em Duque de Caxias (RJ), mas pode ser considerada um passo à frente na descriminalização do ato, desde que no início da gravidez.

Embora a decisão tenha se dado em um caso específico, outros magistrados, de outras instâncias, poderão, a seu critério, adotar o entendimento da primeira turma do STF.


de Israel Almeida para o Ligado no Gospel