Vereadores de Curitiba querem impedir exibição da peça "pornô gospel"

Vereadores de Curitiba coletaram assinaturas nos últimos dias como uma forma de protesto contra a peça teatral “Pornogospel”. Os políti...


Vereadores de Curitiba coletaram assinaturas nos últimos dias como uma forma de protesto contra a peça teatral “Pornogospel”. Os políticos alegam que a atração é uma ‘obscenidade mascarada’.

A proposta foi feita pelo vereador Tiago Gevert (PSC), que afirma que a peça é uma ofensa aos cristãos que se identificam com a música gospel. “Poucos dias depois nos deparamos com uma obscenidade, traduzida no título de uma peça teatral e mascarada com o conceito de arte para, aí sim, demonstrar total intolerância religiosa. Esta peça, em cartaz no Teatro Guaíra, deveria ser proibida pelo título profano e pelo texto de caráter difamatório àqueles que professam o Evangelho”, disse o vereador.

A peça fala sobre como representantes de igrejas utilizam a fé dos fiéis para arrecadar dinheiro ou conseguir promoção própria.