Adélia fala sobre prisão do ex-BBB Laércio por estupro de vulnerável

A prisão do ex-BBB Laércio por suspeita de estupro de vulnerável na manhã da última segunda-feira (16) foi comentada por Adélia. A ex-B...


A prisão do ex-BBB Laércio por suspeita de estupro de vulnerável na manhã da última segunda-feira (16) foi comentada por Adélia. A ex-BBB, que também é advogada, acredita que ainda é muito cedo para falar alguma coisa sobre o colega de confinamento e explica o motivo.

— Acho que é muito precipitado (julgar). Sei que processo, quando começa, tem uma cara e, quando finaliza, pode ter outra. Prefiro não me manifestar. Apesar de ser advogada, eu não sou criminalista. Eu não acompanhei o caso, eu não conheço a família. Convivi com o Laércio duas semanas e não tenho o que falar dele, da postura dele, da conduta dele. Acho que seria muito leviano falar agora, sem conhecer a história, sem conhecer o processo e sem ter acompanhado tudo isso. Prefiro me manter afastada dessa situação.

Entenda mais sobre o caso

Laércio de Moura foi preso suspeito de estupro de vulnerável e de fornecer bebidas alcoólicas a menores de idade. O mandado de prisão foi cumprido por policiais do Nucria (Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de Crimes), da Polícia Civil de Curitiba (PR).

Ainda dentro da casa, o designer de tatuagens já tinha sido acusado pela participante Ana Paula de pedofilia. Ele chegou a afirmar que usava álcool para facilitar o sexo com menores de idade e que tinha duas namoradas, uma de 17 anos e outra de 19.

Já fora do programa, Laércio virou alvo de uma forte campanha levantada por internautas por causa de postagens no Facebook.

Laércio segue páginas de armas, supremacia racial e a fanpage de uma participante do programa MasterChef Júnior, de 12 anos, que já sofreu com comentários de cunho sexual nas redes sociais no ano passado.

Em 2013, ele compartilhou uma foto de uma garota de sutiã. Um internauta comentou: "Seu pedófilo!rsrs". Menos de uma hora depois Laércio respondeu: "Efebófilo kkkkkkk". A palavra se refere a alguém que sente atração sexual por adolescentes.

Segundo informações do jornal Extra, do dia 3 de fevereiro, após sair da casa, Laércio negou a atração por pessoas mais novas.

— Assumo que gosto de mulheres mais jovens. Já fiquei com amizade com menor de idade, não sexo ou amasso. Durante um beijo, a menina já coloca a mão dentro da sua calça. Mas estou ciente das minhas responsabilidades perante a lei. Tenho que cortar e corto. Nada contra andar de mãos dadas, fazer carinho em público. Além de não responder a nenhum processo, não tenho nenhuma denúncia.

A delegada Patrícia Conceição Nobre Paz afirmou que o tatuador vinha sendo investigado desde o reality show. De acordo com a delegada, as investigações iniciaram na época do reality show, em função de uma série de denúncias feitas quando Laércio apareceu na TV.

— A investigação começou sigilosa e discreta, mas prosseguiram e acabamos identificando vítimas.

A polícia ainda estaria investigando Laércio por outras acusações. Em um relato na internet, uma jovem diz ter sido embebedada e abusada pelo tatuador.