Expectativas frustradas para o novo CD de Cassiane?

Por Herick Marques Diener Era de se esperar que a expectativa para o próximo trabalho da cantora Cassiane fosse grande, uma vez que quase qu...


Por Herick Marques Diener
Era de se esperar que a expectativa para o próximo trabalho da cantora Cassiane fosse grande, uma vez que quase quatro anos sem nenhum álbum de inéditas e sua tão aguardada volta para a gravadora MK Music são motivos que alimentaram isso.
Mas desde que o preview do disco foi liberado na Internet grande parte das pessoas comentaram que o material não apresentava nada de novidade tanto no quesito de letras, muito clichês aliás, como também na produção mais uma vez assinada por Jairinho Manhãs.
É de se contestar algo assim vindo de uma cantora que fez história na música pentecostal a partir de grandes álbuns como 'A Cura' ou 'Com Muito Louvor', e de um produtor que ditou regras quando boa parte dos cantores não abriam mão de ter seu nome creditado na produção de seus discos. Mas desde a época dos CDs 'Viva' e 'Ao Som dos Louvores' que boa parte das críticas também tem sido baseadas nesses argumentos, então ambos poderiam ter revisto, uma vez que toda crítica construtiva é válida.
E então as expectativas para o projeto estão frustradas? Ainda não. Como todos sabem, além de ouvirmos apenas alguns segundos das faixas do disco, algumas músicas ainda ficam de fora do que deveria ser um resumo do melhor que se tem no álbum.
A canção 'Pra Casa Eu Vou' de Rogério Júnior, que marca a volta das composições do autor na voz da cantora depois de 10 anos, por exemplo, é sem dúvidas uma das faixas mais esperadas do projeto e mesmo assim não foi incluída no preview. Portanto ainda sendo muito esperada por todos os admiradores da cantora
O mesmo se repete em 'A Carta', dessa vez composição de Anderson Freire, faixa que tem gerado muitos elogios por sua letra, mas vai ter seu conteúdo final sendo aguardado até o enfim lançamento do disco em novembro.
Por enquanto, a música de trabalho do álbum nas rádios e que pode ser ouvida por completa é 'Minha Essência', que gerou comentários depreciativos (mas também alguns positivos) onde muitos alegaram que a letra é bem clichê e a produção da faixa ficou vazia.
Achei que a canção foi o maior destaque do que já ouvi no disco até agora, e a letra é boa apesar de, sim, ter frases que já ouvimos umas mil vezes em outras canções.
Já sabemos que terá músicas que fogem do pentecostal como na própria faixa título 'Eternamente', e se reclamarem vai ter mais em 'A Oferta Sou Eu', 'Mostra-me Tua Glória' e 'Meu Ar' rs.

Por tanto, ainda vale a pena guardar fôlego para ouvir melhor as que já conhecemos por trechos e também o restante das faixas inclusas no álbum. E você, o que achou do que já ouviu até agora do CD 'Eternamente' de Cassiane?