Autora de Harry Potter fala das referências cristãs que inspiraram a série

Série Harry Potter  A série de livros do personagem Harry Potter é vista por muitos cristãos como um material exotérico, místico, que fala d...

Série Harry Potter 
A série de livros do personagem Harry Potter é vista por muitos cristãos como um material exotérico, místico, que fala de bruxaria e tem inspiração maligna. Porém, a autora J. K. Rowling afirma ter se inspirado em temas bíblicos para dar rumo à sua narrativa.

Rownling afirmou, em entrevista ao jornal The Telegraph, que dois versículos resumiam toda a série Harry Potter, e que no quesito religioso, essa era a única influência que a fábula continha.

Atualmente a escritora supervisiona a produção de uma nova trilogia de filmes juvenis que abordará o universo criado nos primeiros livros: “Animais Fantásticos e Onde Habitam”.

Para Rowling, as referências religiosas usadas no universo fictício sempre foram óbvias, mostrando a luta entre o bem e o mal, e que isso era um retrato de sua experiência de fé, e que por motivos pessoais, preferia não abordar o assunto publicamente.

Duas referências mencionadas pela autora na entrevista são inscrições de versículos bíblicos que aparecem nos túmulos dos pais de Harry Potter, e que para ela, “resumem toda a série”.

O primeiro versículo é o 26, do capítulo 15 da Primeira Carta de Paulo aos Coríntios: “O último inimigo a ser destruído é a morte”. De acordo com Rownling, a possibilidade de que a morte não seja o fim a ajuda a enfrentar seu medo dela.

A segunda citação bíblica é do evangelho de Mateus, no capítulo 6, entre os versículos 19 a 21: “Porque onde estiver o teu tesouro, aí estará também o teu coração”. Na história, personagens vão revelando suas motivações pessoais aos poucos, evidenciando se são soldados do mal ou se lutam contra o mal.