Katy Perry diz que conversou com Deus antes de sua apresentação no Super Bowl: “Estou com você”

Katy Perry no Super Bowl 2015 A cantora pop Katy Perry foi a responsável pelo show do intervalo da última edição Super Bowl e disse que rece...

Katy Perry no Super Bowl 2015

A cantora pop Katy Perry foi a responsável pelo show do intervalo da última edição Super Bowl e disse que recebeu uma mensagem de Deus antes de se apresentar para os torcedores presentes no estádio e os mais de 100 milhões de telespectadores que acompanharam a partida mundo afora.

“Eu me preparei durante um tempo e fiz um monte de oração e meditação”, disse a cantora, que é filha dos pastores Keith e Mary Hudson.

A preparação para sua performance foi feita de maneira intensa, e segundo Katy Perry, teve momentos especiais: “É engraçado, eu estava orando e recebi uma mensagem de Deus, com Ele dizendo: ‘Você pode fazer isso porque estou com você’. E então, quando eu estava em cima do leão (foto), um cara – um cara aleatório – apenas olhou para mim com um fone de ouvido, sem eu nunca ter me comunicado com ele antes, me olhou direto nos olhos e disse: ‘Você pode fazer isso’. E eu senti como se fosse ‘Oh, isso é Deus confirmando que eu posso fazer isso’”, disse a cantora ao E! News.

No dia 01 de fevereiro, horas antes da apresentação no SuperBowl, Katy Perry usou as redes sociais para compartilhar o Salmo 118:24 com seus fãs: “Hoje é o dia que o Senhor fez! Regozijemo-nos e alegremo-nos nele”.

Criada em um lar evangélico, Katy Perry começou sua carreira na música gospel, trocou de nome artístico para seguir no mercado secular e protagonizou diversos bate-bocas com seus pais. Nesse meio tempo, disse que não acreditava mais no Deus do cristianismo, porém entendia que Deus existe e que a oração é um meio de se comunicar com Ele.

Seu pai, pastor Keith Hudson, chegou a dizer que Katy agia como se fosse “filha do diabo”, e que era constantemente questionado sobre como poderia seguir à frente de um ministério se ele havia criado a menina que agora cantava sobre “beijar outras garotas”.

No entanto, às vésperas da apresentação no SuperBowl, o pastor disse que havia se entendido com a filha: “Eu não tenho problema. Ela vai fazer algumas coisas boas, e está animada [sobre sua participação no Super Bowl]”, disse Keith Hudson.