Em nossa contabilidade está escrito: Deus proverá

A missionária Kelem Gaspar atua no município de Maracanã, interior do Estado do Pará - Brasil.

Por Kelem Gaspar

Estamos no município de Maracanã, no interior do estado do Pará, há dez anos, realizando uma grande obra para o Senhor. Deus nos trouxe para cá depois de muitos anos de missões transculturais para iniciar uma creche escola missionária, para atender as dezenas de crianças carentes da comunidade da zona rural e para inaugurar a primeira escola feminina de missões em território brasileiro. 

Viemos, meu esposo e eu, pela fé, para essa terra. Nos primeiros anos, moramos em uma casa em ruínas, metade coberta de palha, sem energia elétrica, sem água potável, no meio da selva. Muitas pessoas questionavam dizendo que o lugar era muito difícil. O segredo é esperar e jamais perder a fé em Deus, mesmo que não tenha conforto ou recursos. Ele vive. E age em seu próprio tempo. Os anos passaram e parecia que não estava acontecendo nada, mas desistir nunca foi uma opção. Não tínhamos recursos financeiros, não tínhamos segurança alimentar. Mas no íntimo do meu coração eu esperava o grande milagre de Deus. Eu acordava todos os dias esperando por um milagre. E um dia ele chegou.

Facebook
Facebook
A porta fechada começou a se abrir lentamente. Começamos a primeira turma da creche escola missionária aqui na cozinha de casa, eram doze crianças, nesse tempo a missionária Nalvinha, de Natal, já morava conosco. Dávamos o almoço e o material escolar, as crianças eram alfabetizadas, evangelizadas e discipuladas. Aos poucos esse número foi aumentando e hoje, em uma escolinha que construímos pela fé, já temos oitenta e duas crianças atendidas pelo projeto.  

O curso de missões PAKAU ORO MON começou, estamos na terceira turma e temos quatro alunas internas, moças que abriram mão de tudo para servir a Deus em sua obra, elas moram em casas de barro, dão aula na creche, trabalham na horta, ajudam na implantação de uma igreja na comunidade, enfim, vivem totalmente disponível para o Reino. 

Além de dar o lanche diariamente para as crianças (que não têm segurança alimentar e muitas vezes chegam a nós famintas e doentes), cuidar para que nada falte no curso de missões, ainda estamos construindo mais quatro salas de aula para a creche e uma sala de convivência para as alunas do curso de missões.

Facebook
Facebook
Atualmente, não temos mais espaço para acomodar as dezenas de crianças que estão vindo até a sede do projeto. O que fazer? Mandá-las de volta para casa ou ter fé e iniciar a construção de quatro novas salas de aula de 20 metros quadrados, mesmo sem dinheiro em caixa, confiando no Eterno? A resposta é simples. Qual é a nossa moeda? A fé. Qual a chave que abre todas as portas? A oração. Qual Deus pode fazer em um movimento o que homens demorariam meses ou anos para realizar? O Nosso. Então mãos a obra. Quando começamos, Deus começa junto.

Iniciamos a construção de quatro salas de aula da creche escola missionária Peniel, totalmente pela fé. As obras estão avançando. Tudo por Ele e para Ele. Como sempre digo: a obra de Deus, no tempo de Deus, pode contar com os recursos de Deus. E nós continuamos assim, sem fazer conta, só crendo no milagre da provisão. 

Ainda temos mais duas frentes de trabalho missionário avançando, uma aqui nas ilhas de Maracanã, onde estamos chegando com o evangelho em lugares ainda não alcançados e outra no Peru, no rio Purus, lugar extremamente necessitado.

Tudo isso com a venda de livros, ofertas voluntárias quando vou pregar em alguma igreja e contribuições de pessoas comprometidas com Deus, como você.

Fonte: UBE Blogs - União de Blogueiros Evangélicos