Lindbergh Farias Pré-candidato ao governo do Rio de Janeiro visitou 63 igrejas para conquistar o voto dos evangélicos

assembleia de deus vitória em cristo, Deputado Jean Wyllys, eleições 2014, Igreja Assembléia de Deus Vitória em Cristo, Jean Wyllys, Lindbergh Farias, Pastor Silas Malafaia, Rio de Janeiro, senador lindbergh farias

O senador Lindebergh Farias (PT-RJ), que é pré-candidato ao governo do Rio de Janeiro, está trabalhando firme para entrar na briga pelo eleitorado evangélico no estado. A afirmação é do jornalista Lauro Jardim, da revista Veja, que relatou que Farias visitou 63 igrejas nos últimos oito meses.

Segundo o jornalista, as visitas religiosas feitas pelo pré-candidato, que é católico não praticante, não estariam relacionadas com a fé, mas com a conquista desse eleitorado. Ele afirma ainda que Lindebergh Farias explicou o porquê de seu o foco estar voltado para o público evangélico e não o católico relatando o grande público presente nos cultos, como na Assembleia de Deus Vitória em Cristo (ADVEC), que visitou recentemente.

- Na Igreja Católica, é diferente: você não fala. Já no templo evangélico, muitas vezes há 2 000, 3 000 pessoas. Onde mais o cara tem a possibilidade de falar para 3 000 pessoas assim? – afirmou Lindbergh, segundo o jornalista.

Recentemente, o senador comentou as críticas recebidas pelo deputado federal e ativista gay Jean Wyllys (PSOL-RJ), que afirmou que a oração do senador Lindbergh Farias com o pastor Silas Malafaia, na ADVEC, foi “a venda da alma ao diabo”. Para Farias, as afirmações de Wyllys são preconceituosas.

- É no mínimo estranho; o Jean não diz que luta contra o preconceito? Pois ele foi extremamente preconceituoso contra os evangélicos! – afirmou o senador, por meio de sua assessoria de imprensa.