Jogador holandês dá declarações contra o homossexualismo

Jogador holandês dá declarações contra o homossexualismo

Os holandeses estão se afastando de Jesus Cristo e caminhando para a destruição espiritual - afirma

jogador kezman holanda
Por Heverton de Oliveira

O ex-atacante do PSV, com passagens por Paris Saint German e Chelsea, Mateja Kezman, deixou bem claro sua opinião durante uma entrevista entrevista recente. Perguntado sobre o que achava sobre a participação do técnico holandês Louis van Gaal em uma parada gay, Kezman não aprovou a atitude do tecnico e disse ser contra o homossexualismo, classificando a opção sexual como doença.

Não é da minha conta falar se Van Gaal errou ou não, mas se você está me perguntando o que acho, digo que não concordo com isso. Minha opinião é que isso é uma doença que não pode ser ser promovida e eu não aprovo a Federação sérvia prestando apoio a eventos como este, disse o jogador atualmente com 34 anos.

Kezman conclui dizendo que o seu país em geral tem se afastado de Deus.

Os holandeses estão se afastando de Jesus Cristo e caminhando para a destruição espiritual.
A Holanda foi um dos primeiros países a tornar possível o casamento homossexual e é considerado um dos países mais ''tolerantes'' com a comunidade gay. No país, a prática do aborto, a prostituição e o consumo de maconha também é liberado.

Com informações de Soccer News Netherlands