Estratégia da Globo para não perder a audiencia dos evangélicos

Estratégia da Globo para não perder a audiencia dos evangélicos


Depois que a globo anunciou que Valdirene, personagem de Tatá Werneck, que virou hit em “Amor à Vida”, novela das 21h da Globo, se tornaria uma cantora Gospel de sucesso, a audiência da emissora no horário da novela foi as alturas.

Após alegrar o coração dos telespectadores evangélicos, uma nova notícia vindo da Rede Globo garante que Walcyr Carrasco, escritor da novela, decidiu não mais fazer de Valdirene uma "Celebridade Gospel".
Tanto a Globo como o autor da trama cogitam esquecer essa história de cantora gospel, mocinha evangélica, para apostar mais no deboche de Valdirene e sua mãe, Márcia (Elizabeth Savalla).
Uma das ideias é que elas fiquem ricas de fato na trama, mas sem perder toda a falta de noção da dupla, o que renderá mais cenas de comédia.