Pastor é preso ao tentar orar por procuradora de justiça que é a favor do casamento gay

Um pastor da Pensilvânia, nos Estados Unidos, foi preso enquanto orava pela Procuradora Geral do Estado Kathleen Kane, conhecida como u...


Um pastor da Pensilvânia, nos Estados Unidos, foi preso enquanto orava pela Procuradora Geral do Estado Kathleen Kane, conhecida como uma apoiadora do casamento gay. O Pastor Bill Devlin, co-presidente de um grupo chamado Right to Worship (direito de culto), foi preso em Harrisburg nessa sexta-feira, segundo o Charisma News.

- Esta é a primeira de muitas prisões – disse Devlin, afirmando que a procuradora não poderia defender eticamente uma ação federal contra o Estado buscando reverter proibição da Pensilvânia sobre o casamento entre pessoas do mesmo sexo. Devlin afirma que Kane tem o dever de fazer cumprir a lei estadual.

- Ela fez um juramento de defender a Constituição da Pensilvânia (…) Como ela se atreve a não defender a nós, cidadãos de Commonwealth, de quem é representante, e que democraticamente temos afirmando que acreditamos que o casamento é entre um homem e uma mulher?

Holly Lubart, porta-voz do Departamento de Serviços Gerais, que supervisiona a Polícia do Capitólio da Pensilvânia, confirmou que o pastor foi preso, de acordo. Lubart disse que Devlin não conseguiu entrar na entrada do prédio e passou por um oficial do Capitólio antes de entrar no elevador.

Devlin disse aos agentes de segurança do edifício que abriga o escritório da procuradora-geral, que ele estava ali para orar por Kane. Ele pediu-lhes para agendar uma consulta com ela e disse que representava o clero em todo o estado. Um representante do escritório de Kane veio ao encontro Devlin e disse que ele não podia vê-la.

- Eu disse: ‘Estou aqui para orar. Eu sei que você não vai me dar permissão, mas eu vou orar em frente ao elevador’ – relatou o pastor.

- A polícia o pediu para se levantar, ele não obedeceu e então eles o algemaram e levaram para fora do prédio – afirmou Lubart, explicando que o pastor foi preso por conduta desordeira.

Com informações do Gospel Mais