Jean Wyllys diz que “fundamentalistas cristãos atuam para violar os Direitos Humanos”

O ativista gay e deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) protestou contra a retirada de pauta do PDC 234/2011, apelidado como “cura gay”. ...

O ativista gay e deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) protestou contra a retirada de pauta do PDC 234/2011, apelidado como “cura gay”.

Num discurso inflamado, Wyllys afirmou que o autor do projeto, deputado João Campos (PSDB-GO) não deveria ser parabenizado por sua iniciativa de retirar o projeto, pois ele estava apenas cedendo à “pressão das ruas”.

Wyllys também criticou os colegas parlamentares ao afirmar que o voto pela retirada do projeto era forçado: “A maioria dos deputados está votando ‘sim’ a contragosto. Se as ruas não tivessem se manifestado, ele [o projeto] não teria ido à plenário. Os fundamentalistas agora estão dizendo ‘sim’. É preciso que não se permita que esse projeto seja reapresentado em 2014. Que jogue no lixo da história, de onde não deveria ter saído”, esbravejou o deputado.

Em seu discurso, Wyllys ainda atacou o deputado federal Arolde de Oliveira (PSD-RJ), integrante da bancada evangélica, dizendo que era “balela” sua defesa ao PDC 234/2011.

Jean Wyllys publicou um artigo na revista Carta Capital criticando os “fundamentalistas cristãos” que se empenham em “violar os direitos humanos das minorias”.

-Bom, a Câmara também já praticamente jogou no lixo da história o estúpido projeto de legalização da ‘cura Gay’ do deputado João Campos (PSDB-GO), aprovada na Comissão de Direitos Humanos e Minorias, que, após ser tomada por fundamentalistas cristãos, hoje atua no sentido de violar os DHs das minorias. Fico feliz por esse projeto praticamente ter ido parar no lixo porque há tempos venho lutando contra ele. Mas não me esqueço de que, antes de o povo sair às ruas, o projeto avançava sem que os partidos majoritários fizessem nada para freá-lo -, escreveu em sua coluna no site da Carta Capital.

Assista ao discurso de Jean Wyllys na Câmara dos Deputados:


Via G+