Diário de Bordo: Diante do Trono Gravação do 16° CD e DVD "Tu Reinas"

Partimos do  ensaio do coral  e fomos para a tal noite de louvor que teria em uma escola (no Liceu de Juazeiro). Jerson e eu de moto, fo...

Partimos do ensaio do coral e fomos para a tal noite de louvor que teria em uma escola (no Liceu de Juazeiro). Jerson e eu de moto, fomos rapidamente para o local e ouvimos um som alto. Era Ana Paula Valadão cantando. Primeiramente pensei que alguém estava passando a gravação do ensaio geral da Lagoinha, mas a música estava um pouco diferente. Quando nos aproximamos, já estávamos no local da gravação e sim, Ana Paula estava cantando ao vivo.

O ministério Diante do Trono estava passando o som e fazendo um último ensaio para o evento. Tinha um segurança barrando a entrada de uns que estavam tentando entrar. Eu muito cara de pau, como aprendi a ser nessa jornada pelo jornalismo, cheguei e disse: “sou do Mix Gospel Ceará de Fortaleza, estou acompanhando o evento e queria entrar para tirar umas fotos”. Pouco tempo depois, acredite, eu estava lá dentro.

Vi o espaço da gravação e ao fundo contemplei o palco. Um cenário lindo, muito simples, mas lindo. Todo decorado com material artesanal. Aquelas madeiras na lateral como de casas sertanejas, um poço (ou cacimba como falamos no Ceará), uma iluminação muito original.

Fiz uns vídeos, tirei umas fotos e vi que por detrás do palco, havia uma brecha. Se eu entrei? Entrei e me deparei com Juliano Son (impossível não reconhecer aquela cara de coreano que ele tem), André Valadão, Israel Salazar, as meninas loiras do Diante do Trono, Cassiane Valadão (esposa do André) e mais um bocado de gente. Ah, o Silvio Nogueira também estava por lá dando assistência a Ana.

O reconhecimento
Israel Salazar, Karls Aires (eu) e André Valadão
Foto: Jerson Frutuoso
Quando André me viu, perguntou: eu estive com você onde? “Fortaleza, Belo Horizonte”, eu respondi. Fomos registrar aquele momento e ele me chamou de “Vinicim” (sim, eu tenho Vinícius em meu nome). Quase tive um surto, como assim? Ele me conhece assim? Depois ouvi comentar com Israel que eu parecia com o pastor Vinícius Zulato (professor do Carisma e pastor da Igreja Batista da Lagoinha). Apesar de saber que ele não estava me chamando pelo nome e sim lembrando de outro Vinícius, eu achei ótimo ser comparado com o Zulato, ele vai ser meu professor em 2015.

A pequena história de Jhoabe
Em nosso meio, havia um rapaz chamado Jhoabe. Ele não se continha de emoção. “Meu Deus, eu não acredito que estou vendo Juliano Son e André Valadão na minha frente. Meu Deus que coisa incrível”, pouco tempo depois ele disse: “Meu Deus, me perdoe, como eu sou bobo”. Acredito que ele sentia um misto de alegria e pesar por estar empolgado demais. Depois expliquei a ele que não existe mau nenhum em gostar de um cantor e se sentir feliz por vê-lo pessoalmente. Também me lembrei da primeira vez que vi André Valadão pessoalmente. Estava com Marina Augusto, foi um dia muito especial, lembro até da data: 31 de janeiro de 2009.

Para finalizar
Saímos do local da gravação felizes por vários motivos. Foi bacana ver a Ana interagir com as pessoas que estavam lá. Foi bacana conversar com Juliano Son sobre seu projeto social, além de ser reconhecido por André Valadão (ele mal sabe o que lhe espera em 2015). E aqui finalizo o segundo dia por esta minha saga aqui em Juazeiro do Norte.