Católicos frequentam menos a igreja, Evangélicos tradicionais dão mais ofertas que pentecostais

Uma pesquisa realizada pelo Datafolha mostra a diferença entre católicos e evangélicos no que diz respeito a frequência nas reuniões e do...

Uma pesquisa realizada pelo Datafolha mostra a diferença entre católicos e evangélicos no que diz respeito a frequência nas reuniões e doação de ofertas e dízimos.
A participação de católicos no culto é muito inferior a dos evangélicos, o estudo anotou que apenas 17% dos membros da Igreja Católica vão à igreja mais de uma vez por semana, 28% vão uma vez por semana e 21% dos entrevistados disseram que vão uma vez por mês.
Já entre os evangélicos a frequência é bem maior, 63% dos membros de igrejas pentecostais vão mais de uma vez por semana na igreja e 51% dos não pentecostais também participam mais de uma vez por semana dos cultos e reuniões.

A pesquisa separou como pentecostais os membros de igrejas como a Assembleia de Deus e outras e como não pentecostais os membros de igrejas tradicionais como a metodistas e batistas que possuem mais de um século de existência.

O Datafolha ouviu 3.758 pessoas de 180 municípios brasileiros entre os dias 6 e 7 de junho deste ano. Destes, 57% se declararam católicos contra 19% de evangélicos pentecostais e 9% de não pentecostais e 3% declaram ser espíritas kardecistas.

Além da frequência nos cultos, a pesquisa também quis saber sobre as contribuições financeiras e foi provado que os católicos contribuem menos. Apenas 34% desses fiéis fazem ofertas para a igreja, enquanto que 50% dos evangélicos ofertam regularmente.

A média do valor oferta em reais nas igrejas católicas é de R$23,00, contra R$69,10 dos pentecostais e R$85,90 dos não pentecostais. Pelo estudo do Datafolha até mesmo os espíritas kardecistas ofertam mais que os católicos, entregando em média R$42,00 de ofertas.

Veja o infográfico: