Jogador diz que ir pra pra igreja o ''salvou das drogas''

A carreira de Jardel no futebol foi interrompida por uma overdose. No auge da carreira, o atleta conheceu a droga e se entregou, até que ...

A carreira de Jardel no futebol foi interrompida por uma overdose. No auge da carreira, o atleta conheceu a droga e se entregou, até que em 2011 teve uma overdose. O ex-atleta esteve em Fortaleza (CE) no início da semana para cumprimentar o técnico Felipão e concedeu uma entrevista ao jornal Extra dizendo que conseguiu se livrar do vício na igreja, mas que está em processo de cura.

“Estou na luta”, disse o ex-jogador. A luta que ele se refere é a luta contra o vício. “Tenho que dizer que estou na luta porque pode haver uma recaída”, confessa.

Ele falou com orgulho que está há dois anos sem usar cocaína e ao ser questionado sobre como conseguiu largar o vício ele declara: “o que me salvou foi ir a igreja”. Além de frequentar uma igreja, ele relatou que se afastou das más companhias.

Mário Jardel de Almeida é cearense e brilhou nos campos na década de 90 e início dos anos 2000 chegando a jogar em times de Portugal e França. Ao voltar para o Brasil ele conseguiu contrato com clubes do Sul do país e até hoje mora em Porto Alegre (RS).