Prefeitura de São Paulo fará investimento de mais de R$ 1 milhão na parada gay

Além da verba de R$ 1.600.000,00 da prefeitura, a parada gay contará ainda com outros R$ 280.000,00 cedidos por patrocinadores


O evento da comunidade LGBT a ser realizado em São Paulo, contará em 2013, com um investimento da prefeitura da cidade de R$ 1,6 milhão, o que seria, o dobro do valor investido em 2012.
Segundo o portal GospelMais, a informação foi divulgada pela organização da parada gay durante a entrevista coletiva de lançamento do evento, com anuência da Coordenadoria de Assuntos da Diversidade Sexual do município (CADS).

Julian Rodrigues, diretor da CADS, teria dito que o aumento do aporte faz parte das diretrizes da nova administração municipal: “Apoiar a Parada é uma prioridade do prefeito [Fernando] Haddad. Vamos apoiar também a partir deste ano a Caminhada Lésbica e o show de encerramento”, afirmou Rodrigues.
Fernando Haddad (PT), prefeito de São Paulo, é conhecido como o ministro da Educação que liberou a distribuição do, conhecido como, kit-gay nas escolas públicas do Brasil. Em 2012, o pastor Silas Malafaia fez intensa campanha contra Haddad, pedindo que os eleitores evangélicos votassem em José Serra (PSDB).

Além da verba de R$ 1,6 milhão da prefeitura, a Parada Gay contará ainda com outros R$ 280 mil cedidos pelos patrocinadores, que são a Caixa Econômica Federal, a Petrobras e o Sindicato dos Comerciários de São Paulo, segundo informações do site Mix Brasil.
Para a segurança do evento, serão deslocados 1.200 policiais militares, além dos homens da Guarda Civil Metropolitana e do Corpo de Bombeiros.

Com informações de Gospelmais.


DEIXE SEU COMENTÁRIO ()