Japão instala sistema antimíssil para se defender de possível ataque da Coréia do Norte

Esses sistemas poderão derrubar mísseis no caso de um provável ataque do ditador norte-coreano. As agências de Notícias Reuters e Kyodo ...


Esses sistemas poderão derrubar mísseis no caso de um provável ataque do ditador norte-coreano.

As agências de Notícias Reuters e Kyodo informaram que os militares japoneses instalaram na ultima terça, um sistema de detecção e interceptação de mísseis para se defender diante de um eventual ataque da Coreia do Norte.

Soldados japoneses em frente ao sistema de detecção de mísseis instalado em Tóquio, no Japão. País se prepara para provável conflito. (Foto: Issei Kato/Reuters)

A medida foitomada pelo ministro da defesa Itsunori Onodera. O Japão preparou, pelo menos, duas unidades Patriot Advanced Capability-3 (PAC-3) na sede do Ministério da Defesa, no centro de Tóquio, que fica cercada de casas e escritórios, mas não revelou os detalhes do plano de contingência japonês, informou à Agência EFE um porta-voz da pasta.

De acordo com a  Reuters, outros mecanismos muito parecido foram levados para a área mais pobre da capital japonesa. 

"Como parte de nossos esforços para proteger a vida e a segurança do povo japonês, podemos confirmar que as unidades equipadas com lançadores de mísseis foram instalados em torno de Tóquio - em Ichigaya, Narashino e Asaka'', disse o porta-voz do governo Yoshihide Suga.

Esses sistemas poderão derrubar mísseis no caso de um provável ataque do ditador norte-coreano.
Shinzo Abe,(primeiro ministro japonês) afirmou que seu país "fará o que tiver que fazer" para manter sua segurança no caso de as ameaças da Coreia do Norte representarem perigo para a ilha.
Abe também reiterou que o Japão está em permanente contato com seus aliados, em um momento no qual Pyongyang mantém suas provocações.


Foram mobilizados cerca de 800 membros das Forças de Autodefesa que deixaram  a postos caças F-15 para oferecer cobertura à defesa marítima caso ocorra realmente a guerra.