Ex-BBB e deputado Jean Wyllys afirma que Feliciano é um contumaz mentiroso.

Em entrevista ao programa do Ratinho, Jean falou sobre as polêmicas sobre a CDHM e suas convicções religiosas : ''deus sou eu, deus é você, deus é Natureza'', afirmou.


O deputado e ex-participante de um reality show, Jean Wyllys de Matos Santos (PSOL-RJ) participou do programa do Ratinho no ultimo dia 22, o ex-BBB dentro do quadro Dois Dedos de Prosa, deu suas opiniões com respeito as polêmicas que envolvem a comunidade LGBT e a disputa política pela Comissão dos Direitos Humanos e Minorias.

Wyllys disse que ''luta'' contra os posicionamentos que o pastor Marco Feliciano (PSC-SP) defende, por elas serem contrárias às suas próprias reivindicações. 
“O problema não é o Marco Feliciano em si. Ele é um emblema de alguém que não tem identificação nenhuma com a pauta dos Direitos Humanos...  Quando entra uma pessoa que não tem identificação com essa pauta, como o deputado Marco Feliciano, e essa comissão é tomada por uma maioria, que é contrária a essa pauta, a gente tem que reagir”.
O deputado, que foi criado na igreja católica, porém enquanto estava na faculdade acolheu idéias Marxistas, teria dito a seguinte frase, a cerca de suas convicções Religiosas:
''deus sou eu, deus é você, deus é a natureza, deus é tudo, e não é um deus intolerante, e por esse deus não ser intolerante, que eu acolho os argumentos dos ateus. ''
O ex participante do reality show Big Brother Brasil foi questionado se o governo repassou algum dinheiro para a parada gay, Jean respondeu:
''Mas o Estado não repassa dinheiro, essa é uma mentira dita repetidas vezes para jogar para jogar exatamente com os preconceitos da população.'' 

Porém segundo o Instituto Brasil verdade, em um dado momento o governo federal teria destinado R$ 350.000,00 para financiar a parada gay. Clique aqui e saiba mais.

Ratinho, afirmou que na entrevista concedida por Marco Feliciano a ele, o pastor teria dito que os ativistas gays são pessoas que vivem de manifestações, e receberiam valores por essa atuação política. Na resposta a Ratinho, Wyllys foi para o ataque contra o pastor: 

“O deputado Marco Feliciano, além de tudo, é um contumaz mentiroso. Aquelas pessoas são ativistas, se sentiram ofendidas com as declarações dele. Aquelas pessoas estão reagindo, e a democracia tem que garantir ao grupos sociais a expressão política”, concluiu o deputado dizendo que alguns líderes religiosos são desleais: “Essas pessoas não jogam limpo. Eles costumam não só distorcer os fatos.''
Confira a entrevista na íntegra:

DEIXE SEU COMENTÁRIO ()