Presidente do Irã afirma que Hugo Chávez voltará com Jesus Cristo para trazer justiça, paz e bondade ao mundo

Definitivamente quando se perde um ente querido, algum parente ou amigo as pessoas ficam meio desorientadas, no caso do presidente do Irã...

Definitivamente quando se perde um ente querido, algum parente ou amigo as pessoas ficam meio desorientadas, no caso do presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, não foi diferente; após a morte de seu "amigo pessoal" o presidente da Venezuela Hugo Chávez, o iraniano disse uma frase que só não choca por ser um pouco bizarra e provocar no mínimo rizadas: 

"Venezuela perdeu um filho corajoso, e o mundo perdeu um líder sábio e revolucionário. Ele tomou uma posição firme contra as exigências de opressores e derrubou as todas as suas tentativas para gerar propaganda de discórdia. Ele era uma ponte que ligava todos os líderes que buscam justiça no mundo. Ele finalmente deu toda a sua vida mesmo estando com uma doença suspeita, e com isso, ele se torna, sem dúvida, um verdadeiro mártir no caminho de servir a nação venezuelana e salvaguardar os valores revolucionários e humanos. Embora Hugo Chávez, não esteja mais entre nós, hoje, tenho certeza de que o seu espírito inocente subiu aos céus e um dia voltará para nós com Jesus Cristo, e irá mais uma vez ajudar a humanidade a estabelecer a paz, justiça e bondade”

 A declaração foi feita na quarta-feira, durante um comunicado que estabelecia um dia de luto oficial no Irã. Chávez e Ahmadinejad eram aliados políticos internacionais e tinham em comum, além dos interesses comerciais, uma forte oposição aos Estados Unidos.

Ahmadinejad que é muçulmano é um dos defensores do regime teocrático no Irã, que persegue cristãos, como nos casos dos pastores Yousef Nardarkhani e Saeed Abedini, e condena à morte homossexuais. A inusitada declaração do presidente iraniano traz ainda mais holofotes para as despedidas de Hugo Chávez.

O Iraniano só esqueceu de mencionar a volta de João Paulo ll também para terminar seu inusitado ato  profético.

Fonte: Gospel Mais