Igreja corre risco de se tornar uma 'ONG piedosa', diz Papa Francisco

O Papa Francisco celebrou nesta quinta-feira (14), na Capela Sistina, diante dos 114 cardeais que o elegeram na véspera, a primeira ...


O Papa Francisco celebrou nesta quinta-feira (14), na Capela Sistina, diante dos 114 cardeais que o elegeram na véspera, a primeira missa do seu pontificado, e disse que a Igreja Católica corre o risco de se transformar em uma "ONG piedosa".
"Se não professamos Jesus Cristo, nos converteremos em uma ONG piedosa, não em uma esposa do Senhor", disse, durante a homilia, que durou sete minutos.

O Papa também disse que, quando os fiéis "caminham sem a Cruz, edificam sem a Cruz e professam sem a Cruz", "não somos discípulos do Senhor".
"Podemos ser leigos, podemos ser bispos, sacerdotes, cardeais, Papas, mas não discípulos do Senhor", disse.

A missa foi celebrada em latim, com algumas leituras em italiano.
Ela ocorre um dia após a inédita eleição do cardeal argentino Jorge Mario Bergoglio como 266º pontífice, e na Capela Sistina, onde ocorreu a reunião de cardeais a portas fechadas que o elegeu.
Na terça-feira (29), Dia de São José, ocorre a grande cerimônia de entronização do novo pontífice.

Via G1 / Ligado no Gospel