Igreja católica sofre com déficit de padres no Brasil

Faltam padres na Igreja católica brasileira. Apesar do Brasil ser o país mais católico do mundo o déficit de padres tem afetado a igreja....

Faltam padres na Igreja católica brasileira. Apesar do Brasil ser o país mais católico do mundo o déficit de padres tem afetado a igreja. Segundo a própria igreja, são 22 mil sacerdotes para 48 mil locais de atendimento. A falta de sacerdotes é maior em áreas do Nordeste e do Norte; os fatores são a hierarquia rígida e natalidade menor. 

Essa defasagem é apontada por estudiosos e membros da igreja católica como uma das razões para a perda de espaço da religião para diversas Igrejas Evangélicas no Brasil nas últimas décadas.


Segundo o Censo-2010, o catolicismo é a religião de 64,6% dos brasileiros, já foi de 90% nos anos 70 e teve, pela primeira vez, queda em número absoluto de fiéis, perdeu 1,7 milhão de adeptos na década passada.

Segundo o padre Valdeir dos Santos Goulart, responsável pelo Ceris, centro católico de estatísticas no Brasil, um dos principais motivos é a queda da natalidade no país, ele afirma: 



"Tempos atrás, as famílias tinham muitos filhos, e era mais fácil que um deles fizesse a opção religiosa. À medida que cai o número de filhos, isso vai prejudicando o aparecimento de vocações", diz.

O Filosofo Mario Sergio Cortella sugere que uma das alternativas para mudar o quadro decadente nos cargos de liderança na religião romana seria a ordenação de mulheres. Ele disse:


"Uma alternativa seria a ordenação de mulheres", sugere o filósofo Mario Sergio Cortella, professor da PUC-SP. "Um novo papa que tivesse essa perspectiva encontraria no nosso país e em outros recepção muito positiva", diz.

Só Brasil tem 33 mil freiras. Porém a ordenação de mulheres não é cogitada pelo Vaticano.