Feliciano é eleito presidente da Comissão de Direitos Humanos

Feliciano presidente da comissão de direitos humanos O deputado federal, Pastor Marco Feliciano  foi empossado como novo presidente da C...


O deputado federal, Pastor Marco Feliciano foi empossado como novo presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados. Mesmo em face de uma dura oposição e críticas de ativistas do Movimento Gay, Feliciano foi eleito por unanimidade na manhã de ontem, quinta-feira, 7 de março.
Na quarta-feira a votação foi suspensa após tumulto e discussões. O pastor evangélico teve de ser levado até seu gabinete escoltado por seguranças, por causa das tentativas de agressão por parte de seus opositores.
Alguns políticos, como o ex-presidente da comissão, Domingos Dutra, abandonaram o colegiado para tentar impedir a votação. O PT e alguns parlamentares da base do Governo retiraram-se da sessão também . Mesmo diante da, preguiça digo, do protesto dos deputados de beiço caído, devido ao número de votantes, foi possível eleger o pastor.
Feliciano foi eleito por 11 votos a favor contra 1 voto em branco.
Assista a reportagem da Globo News:

Entenda qual é o B.O.
A presidência da CDH é tradicionalmente ocupada pelo PT, que desta vez, não a considerou prioridade. A bancada do partido optou por presidir a Comissão de Seguridade Social, além de ter o comando da Constituição e Justiça e de Relações Exteriores, e deixou para o PSC a indicação para o cargo, o PSC é um partido Cristão, e Marco Feliciano é pastor.
Com informações de Gospel Prime. Heverton de Oliveira para o LG.

Confira o Discurso de posse do deputado. 



Opinião do autor de acordo com o vídeo abaixo, (particularmente):

Sinceramente, ao ver a indignação do deputado Jean Wilians, como gosto de chamá-lo, me veio o seguinte pensamento : Hááááááááá Pegadinha do Feliciaaaano!!! ieiéééé, perdeu dessa vez!!! ( Agradeço a oportunidade de expressar minha opinião, caso, por algum acaso do destino, isso chegue até o nobre deputado, por favor, não me processe, não estou sendo homofóbico, apenas achei engraçado a cara de indignação de vossa excelência!)