Haverá um ''Momento Obama'' no Vaticano?


Peter Turkson
Se depender de João Paulo II, Turkson parece receber o aval
Será que a eleição de um novo papa, no próximo mês vai ter um "momento Obama" e escolher alguém da África ou da América do Sul ou da Ásia pela primeira vez na história moderna?
Os que acompanham parecem encantados com a idéia de um papa não-europeu. Até mesmo muitos cardeais - os que de fato escolhem o papa - estão abertamente incentivando a ideia de um "papa negro" para substituir Bento XVI para o cargo mais importante no Vaticano.

"Eu acho que de algum jeito, a igreja católica  estará sempre pronta para um papa não-europeu", disse o Cardeal Peter Turkson de Gana aos jornalistas após Bento XVI anunciar que estava renunciando ao final de Fevereiro.

Escolher um papa de um novo continente, também mostra que a igreja pode aceitar a mudanças - não necessariamente, alterar suas doutrinas particulares, mas pode mudar a maneira como se expressa e pratica a fé. 
Nesse sentido, um papa do novo mundo seria um símbolo de mudança real. Da mesma forma como as pessoas viam o polonês João Paulo II, em 1978, o primeiro pontífice não italiano em séculos.O apelo de um papa não-europeu é semelhante, uma vez que parece refletir a esperança a cúpula da igreja católica finalmente reflete a realidade demográfica da crença romana sobre a terra, já que a maioria crescente de católicos vivem no hemisfério sul .
Então por que não "um papa negro, ou um amarelo ou um vermelho, ou um latino-americano?", Disse o Guatemalteco Dom Oscar Julio Vian Morales  após o anúncio de Bento XVI.
Comentário: Na realidade mais do que um Papa de uma cultura moderna, a Igreja católica, em sua liderança necessita rever seus conceitos, em relação a muitas coisas, afinal desde a Idade Média até os dias de hoje muitos erros foram cometidos. 
Da Redação do Ligado no Gospel, Tradução Heverton de Oliveira, Com informações de Religion News Service.
DEIXE SEU COMENTÁRIO ()