Conversão ao judaísmo faz atriz remover todas as suas tatuagens

Drew Berrymore tomou a decisão depois de aceitar seguir a religião de seu atual esposo A atriz Drew Berrymore (O Grande Milagre) se ...

Drew Berrymore tomou a decisão depois de aceitar seguir a religião de seu atual esposo




A atriz Drew Berrymore (O Grande Milagre) se converteu ao judaísmo depois que se casou com o consultor de arte Will Kopelman e resolveu remover todas as suas tatuagens para poder seguir a nova religião.
A informação foi dada pelo jornal britânico The Sun e retransmitida em diversos portais brasileiros. A atriz tem seis tatuagens pelo corpo sendo um delas uma borboleta na barriga e um desenho de flores no quadril.
As sessões para remoção iniciou há alguns dias através do tratamento a laser. A notícia levanta novamente a questão sobre a religião e a tatuagem.
No Brasil muitas igrejas evangélicas são contra, outras, porém não enxergam os desenhos feitos pelo corpo como um problema ou até mesmo como pecado.
Entre os pastores que divergem sobre este assunto temos o bispo Edir Macedo e o pastor Silas Malafaia. Enquanto o líder da Igreja Universal do Reino de Deus ensina seus fiéis que a tatuagem “é coisa satânica”, o pastor assembleiano ensina que não há respaldo bíblico para condenar quem opta por fazer tatuagens ou colocar piercings.
“Isso é costume social”, disse Malafaia durante um programa. Ele respondia o questionamento de um internauta que queria saber onde a Bíblia condena tais práticas.
Mas para o fundador da IURD quem faz tatuagens está querendo ficar parecido com os filhos de Baal e ele cita os versículos de Números 33. 51 e 52. ”Ora, se Deus mandou destruir as pedras com figuras, por que Ele permitiria que figuras pudessem ser gravadas no corpo humano, que é o templo do Seu Espírito?”.
De fato o judaísmo não aceita que seus membros façam tatuagens e se baseiam em um livro da Tora que deixa claro: não marcarás seu corpo.
Fonte: GospelPrime